Professores de Medeiros Neto passam Natal sem 13º salário e temem para réveillon; ABLB lança nota de repúdio

 

Por ItanhemFest
 

Os professores da cidade de Medeiros Neto estão indignados com a atual administração do município. Isso porque até o momento ainda não foi pago pela administração o 13º salário.

Os professores passaram o Natal sem os proventos e temem passar a virada de ano, pois desde o dia 20 de dezembro a Prefeitura Municipal e a Secretaria de Educação estão de recesso e retornarão as atividades só dia 06 de janeiro de 2020.

A diretoria da APLB núcleo de Medeiros se reuniu e publicou uma nota de repúdio com a atitude da administração.

"A APLB-Sindicato dos trabalhadores em Educação de Medeiros Neto vem a público REPUDIAR, a atitude da Gestora Municipal, Prefeita Jadina Paiva de, até o memento, não ter efetuado o pagamento do 13º Salário dos professores da rede municipal de ensino", diz a nota de repúdio.

A revolta ainda é maior por parte dos professores porque foi realizada uma consulta nos demais municípios da região e somente a cidade Medeiros Neto ainda não havia efetuado o pagamento, e também porque de acordo a nota a prefeita em 2017, em Jornada Pedagógica, havia dito que repassaria tudo que fosse de direto à categoria.

Na última quarta-feira (26) em reunião ABLB e representantes de escolas ficou decidido que devido às ferias dos professores, recesso da administração, a única coisa que resta à categoria é esperar a boa vontade da administração.

"Infelizmente já passamos o Natal sem o 13º, e não querendo ser pessimista acho que vamos passar o réveillon também, isso e uma total falta de respeito da administração a nossa categoria", afirmou a presidente da APLB de Medeiros Neto, Eliene Queiroz.


Notícia Postada em 28/12/2019
Comente esta notícia: