Vandalismo: Grades de proteção de mudas do projeto de arborização urbana são derrubadas em Itanhém

 

Por ItanhemFest
 

Quem passou pela Rua Rubens David, na manhã desta segunda-feira (22/07), ficou horrorizado pelo que viu, pois um projeto elaborado pela prefeitura de Itanhém de arborização urbana onde em um primeiro momento foram plantadas mudas de árvores em toda a cidade essas mudas foram protegidas por grades, grades essas que foram destruídas por algum vândalo na durante a noite.

Vândalos, que eram povos germânicos considerados pelos romanos bárbaros, eram considerados intrusos, desordeiros e bagunceiros.

Na ocorrência de vandalismo ou depredações do patrimônio público ou privado, os danos causados serão punidos pelo crime de dano tipificado no artigo 163 do Código Penal, parágrafo único e incisos. Art. 163 - Destruir, inutilizar ou deteriorar coisa alheia: Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.

Para implementação do projeto, foram compradas 200 grades e 200 mudas, entre elas, árvores do tipo ipê, quaresmeira e acácia.
 

A manutenção e preservação das mudas plantadas ficarão sob responsabilidade do corpo técnico da Secretaria de Obras e Infraestrutura. Porém, essa parceria com as escolas promoverá uma ação de educação ambiental, que incentiva os alunos a cuidarem das árvores, bem como os moradores locais poderão adotar uma árvore, se colocando à disposição no cuidado da mesma. O projeto também conta com o apoio da Polícia Militar no sentido de evitar degradação e vandalismo das mudas plantadas.

Nas redes sociais quem vir as fotos manifestaram suas indignação pela ação de vandalismo praticadas por essas pessoas e o coordenador projeto deve procurar a delegacia para prestar um queixa, para que a polícia tente descobrir as pessoas que praticaram esta ação.

A prefeita Zulma Pinheiro também se manifestou repudiando a ações: "Que absurdo! Lamentável! Vamos procurar verificar quem cometeu um ato desses”.

"O diretor do setor responsável pelo plantio destas árvores deve ir até a delegacia local, e registrar um Boletim de Ocorrência por Crime ambiental e vandalismo. Assim, dentro do que rege a lei, caberá à Polícia Civil averiguar onde tem as câmeras que provavelmente filmaram o ocorrido”, postou um internauta que orientando o coordenador.

Outros internautas também postarem textos comentando o triste e vergonhoso fato em Itanhém:

"Lamentável! O homem não pensa nem na sua própria melhoria de vida para atingir outras pessoas.”

"Esse projeto foi pensado com tanto carinho. O que leva um ser humano a fazer isso?”

"Uma falta de respeito, um comportamento desse não tem justificativa!”

”Que vandalismo, já estão passando dos limites.” 



Notícia Postada em 22/07/2019
Comente esta notícia: