Em reportagem, presidente da Câmara Sasdelli Resende Afonso fala sobre escolha para vaga de Agente de Segurança

 

Por ItanhemFest 
 

"Achei que [a escolha] foi justa, já que escolheram quem votou do lado da oposição também”, disse Sasdelli sobre escolha do candidato para vaga de agente de segurança que irá trabalhar na Câmara de Vereadores de Itanhém.

O presidente da Câmara de Vereadores, Sasdelli Resende Afonso, falou sobre o assunto ao site Água Preta News, após o mesmo ter veiculado a reportagem "Presidente da Câmara de Itanhém selecionou gente que ele devia favor, diz candidato à vaga", no último domingo (03/02).

Na reportagem veiculada no site Água Preta News, um dos candidatos à vaga de agente de segurança, Wellington Neres, se diz injustiçado por não ter sido escolhido para agente de segurança, já que tem um currículo invejável.

Ele disse ao site que é vigilante e tecnólogo em gestão de segurança privada pela Universidade de Vila Velha, pós-graduado em segurança pública e, além disso, é acadêmico do sexto semestre de serviço social. Ele também foi supervisor de vídeo monitoramento em vias públicas da prefeitura de Vila Velha, no Espírito Santo, e trabalhou nas empresas CVA, Visel e Prosegur, além de ter apresentado à Câmara Municipal um currículo com 24 diplomas e certificados de cursos, todos da área de segurança.

Ao site o presidente falou que não participou da escolha dos candidatos, que foi montada uma comissão para fazer as escolhas, para evitar que falassem que ele estava "puxando a sardinha", para algum candidato, e falou que achou a escolha muito justa, que além do candidato ser capacitado, o presidente destacou que o escolhido foi eleitor da oposição à prefeita Zulma Pinheiro, candidata que o vereador apoiou nas últimas eleições, que não teve pagamento de favores.

"Achei que [a escolha] foi justa, já que escolheram quem votou do lado da oposição também”, defendeu Sasdelli, questionando a reportagem do Água Preta News. "Mas aí na sua notícia diz que foi por troca de favor, se tivesse escolhido só pessoas do 15, teriam falado que dei preferência só pro 15”, disse Sasdelli ao site Água Preta News.

O presidente finalizou a reportagem no site dizendo: "Vou preferir ficar calado e deixar que meu trabalho fale por mim”.


Notícia Postada em 05/02/2019
Comente esta notícia: