Pacientes do CAPS e da APAE têm direito a atendimento odontológico especial no Centro de Especialidades Odontológicas- CEO

 

Por ItanhemFest
 
 

A coordenadora do Centro de Especialidades Odontologias (CEO) de Itanhém, Maricelli São Leão, informa a parentes, amigos e conhecidos de pacientes do CAPS e da APAE sobre o direito que eles, em ter um atendimento especializado na unidade.

De acordo com a coordenadora, o paciente deve procurar o CEO que fica na Rua Vila Nova, S/N, em frente ao Hospital Maria Moreira Lisboa e realizar seu agendamento. Ainda de acordo com Maricelli, esses pacientes especiais não entram em fila de espera, e tudo o que eles precisam é realizado no CEO.

"O procedimento normal seria o cidadão ser atendido na Unidade de Saúde e quando precisam de um atendimento especializado como canal são encaminhados para o CEO, fazem o procedimento e retornam à unidade. Já os do Caps e da APAE têm uma dentista exclusiva para eles e tudo o que precisar aqui no CEO eles conseguem com mais agilidade”, informou Maricelli.

Veja outros pacientes que também tem o direito a esse atendimento:

• Pacientes que passarampelaUnidadeBásica de Saúde, foram avaliados pelo cirurgião-dentista quanto à necessidade de tratamento odontológico e que não permitiram o atendimento clínico ambulatorial convencional;

• Pacientescommovimentosinvoluntáriosquecoloquememrisco a suaintegridade física e aqueles cuja história médica e condições complexas necessitem de uma atenção especializada;

• Pacientescomsofrimentomentalqueapresentamdificuldadede atendimentonas unidades básicas de saúde, após duas tentativas frustradas de atendimento;

• Pacientecomdeficiênciamental, ououtroscomprometimentos quenãorespondeacomandos, não cooperativo, após duas tentativas frustradas de atendimento na rede básica;

• Pacientecomdeficiênciavisualouauditivaoufísicaquando associadoaosdistúrbiosdecomportamento, após duas tentativas frustradas de atendimento na unidade básica;

• Pessoas compatologias sistêmicas crônicas, endócrino-metabólicas, alterações genéticas e outras, quando associadas ao distúrbio de comportamento;

• Pacientecomdistúrbioneurológico"grave”(ex.paralisia  cerebral);

• Pacientescomdoençasdegenerativasdosistemanervosocentral, quandohouvera impossibilidade de atendimento na Unidade Básica;

•Paciente autista;


Notícia Postada em 09/11/2018
Comente esta notícia: