Visando melhorias na saúde de Jucuruçu, secretário participa do encontro de secretários para discutir PPI em Teixeira de Freitas

 

Por ItanhemFest 
 

Na segunda-feira (19) e terça-feira (20), os secretários municipais de saúde dos municípios do Extremo Sul se reuniram para discutir os serviços de saúde da região, onde o assunto principal foi discutir de forma ampla a Programação Pactuada Integrada (PPI) entre os municípios da macrorregião do Extremo Sul da Bahia. O evento aconteceu no Auditório do Hotel Pioneiro, em Teixeira de Freitas.

O secretário de Saúde de Jucurçu, Ronny Patrick, esteve presente e destacou a importância deste encontro, pois já havia muito anos que não tinha um encontro como esse, o último aconteceu em 2008.

"Foram discutidos as pactuações dos serviços de saúde prestados entre os municípios da macrorregião do extremo sul da Bahia. Onde como sempre estive buscando melhorias para saúde pública de Jucuruçu. Procuramos pactuar serviços que não eram executados em nosso município, a fim de ampliar o quantitativo de serviços, melhoria da qualidade dos nos serviços prestados", disse Ronny Patrick, que esteve acompanhado do presidente do Conselho Municipal de Saúde, Lucrécio Oliveira.
 

O secretário ainda destacou a importância de melhor a logística e transporte sanitário, fortalecer os vínculos intermunicipais de preferência trazendo humanização aos serviços de saúde prestados, garantindo sua execução e acesso a toda a população. Na oportunidade agradeceu à prefeita de Jucuruçu, Uberlândia Pereira, pelo total apoio que está dando à Secretária de Saúde, que presta o melhor serviço para a população. 

O que é o PPI

A Programação Pactuada e Integrada é um pro­cesso instituído no âmbito do Sistema Único de Saúde onde, em consonância com o processo de planejamento, são definidas e quantificadas as ações de saúde para população residente em cada território, bem como efetuados os pactos intergestores para garantia de acesso da população aos serviços de saúde. Tem por objetivo organizar a rede de serviços, dando transparência aos fluxos estabelecidos e definir, a partir de critérios e parâmetros pactuados, os limites financeiros destinados à assistência da população própria e das referências recebidas de outros municípios. Define a programação das ações de saúde em cada território e norteia a alocação dos recursos financeiros para saúde a partir de critérios e parâmetros pactuados entre os gestores.


Notícia Postada em 21/03/2018
Comente esta notícia: