“Agora vou sair pior que antes”, diz Mineirinho quando foi preso em Itanhém

 

Por ItanhemFest

 

 Por volta das 14h30, da última quinta-feira (8/03), policiais militares do 2º Pelotão de Itanhém prenderam Guilherme Cândido da Silva, de 26 anos, natural de Belo Horizonte, por força de um mandato de prisão expedido juiz Francisco Moleda de Godoi, da comarca de Itanhém.

Mineirinho é acusado de tráfico de drogas, tentativa de homicídio e porte de arma de fogo, além de ser suspeito dos homicídios ocorridos em junho e julho de 2016 no bairro Monte Santo em Itanhém. De acordo com informações, o acusado havia sido preso em Vila Velha/ES, por furto a uma loja de celular, e ficou preso por 9 meses e estava em liberdade há 4 meses.

Recentemente, ele retornou a Itanhém e ficava escondido em várias residências da região periférica da cidade. De acordo com o fugitivo, ele estava se escondendo de pessoas que possivelmente poderiam atentar contra sua vida.

 

 No ato da prisão no guichê da rodoviária, onde Mineirinho tentava comprar uma passagem para fugir para Eunápolis passando por Nanuque/MG, ele disse que "Agora vou sair pior que antes”.

Guilherme recebeu voz de prisão, foi conduzido à sede da Coordenadoria Regional de Policial do Interior em Teixeira de Freitas e, posteriormente, será conduzido para o CPTF, ficando à disposição da Justiça.

 



Notícia Postada em 10/03/2018
Comente esta notícia: