Sargento é morto com tiros de fuzil após receber ligação em Feira

 

 

Um sargento da Polícia Militar (PM) foi morto na manhã desta quarta-feira, 15, momentos depois de receber uma ligação. O caso aconteceu por volta das 5h30, na rua Quirinópolis, na cidade de Feira de Santana (a 109 quilômetros de Salvador).

Segundo o site Acorda Cidade, ao atender o chamado, Aílton Nascimento da Silva, 49 anos, saiu de casa acompanhado do irmão. Logo depois, cerca de cinco homens armados com fuzis se aproximaram em um carro modelo Cruze branco efetuando vários disparos.

O policial, que também é conhecido como "Careca", foi socorrido por familiares para o Hospital Geral Clériston Andrade, onde morreu. Não há informações se o irmão dele também foi atingido. 

O PM era lotado na 67ª Companhia Independente (67ª CIPM/Feira de Santana).

Em nota, a PM lamentou a morte do sargento que atuava na corporação há 29 anos. Aílton era casado e tinha dois filhos. Segundo a polícia, o local e data do sepultamento ainda não foiram divulgados pela familia do militar.

Morte de empresário

Ainda de acordo com o site, Aílton era suspeito de envolvimento na morte de um empresário ocorrido em 21 de maio de 2014. Ele foi preso em agosto do mesmo ano. 

Outros dois homens também foram presos. Gregório dos Santos Teles, apontado como mandante do crime, e Eliomar Alexandre Rosa Nunes, suspeito de executar o homicídio.

Conforme o Acorda Cidade, após 2 anos sem julgamento, Aílton e Eliomar foram soltos no dia 13 de outubro de 2016. Já Gregório foi solto em 13 de fevereiro de 2017. 

Em 19 de abril deste ano, Eliomar foi morto dentro de um carro com aproximadamente 30 tiros. O crime aconteceu em frente à casa da mãe dele, na rua Irã, também em Feira de Santana.

 A tarde



Notícia Postada em 15/11/2017
Comente esta notícia: