Áudio - Tias de Flávio Ramon Jardim pedem justiça pela tragédia ocorrida em Itanhém Bahia, ouça áudio

 

Por tias do saudoso Flávio Ramon  

Com os corações dilacerados, as tias : Lidia Lorie, Cleudia Jardim, Socorrinha e  Shara dizem a Flavio Ramon " um beijo na alma, nosso menino" e pedem justiça já ! 

Em três de setembro de 2001. Você chegou a este mundo para alegrar nossos corações. Uma criança saudável, alegre com um futuro promissor. 

Aos poucos foi crescendo com uma simplicidade e um sorriso largo nos lábios que permeava amor por onde passava. Todos se encantavam com seu jeito de menino-homem de ser. Possuía as brincadeiras de criança e as responsabilidades de um rapaz. 
Quantas lembranças bacanas! São marcas que jamais serão apagadas em nossas vidas.

Ah, saudoso sobrinho Ramon! Você sempre demonstrou gostar de estudar e estar na escola! Nunca imaginávamos que você fosse morrer eletrocutado dentro do ambiente escolar... durante as aulas de Educação Física no Colégio São Bernardo. 
A vida foi tão curta, partiu adolescente, com seus 15 aninhos...  
 
Ficamos a refletir: Será que foi mesmo uma fatalidade? Ou foi descaso, desleixo, negligência, descuido, falta de um OLHAR ATENTO entre tantas outras faltas que, geralmente, permeiam as escolas públicas do nosso país?

Então, é difícil não pensar em palavras fundamentais como zelo, cuidado, responsabilidade, obrigação, dever, prevenção, respeito e segurança. Enfim, um ambiente adequado às crianças. 

Vamos recordar uma frase tão proferida pelas autoridades, políticos e candidatos a cargos públicos: "Lugar de Criança é na Escola".
Mas que tipo de escola é oferecida a essas crianças e adolescentes? Como se já não bastasse a luta pela sobrevivência e o medo da violência, os pais ainda têm que fiscalizar a estrutura física das instituições de ensino onde seus filhos passam uma boa parte de suas vidas em busca de uma formação? Não dá para aceitar tantas negligências por parte das autoridades.  

Fica a pergunta que não quer calar: cadê o olhar atenta e o zelo por parte do diretor, funcionários, professores, secretária de Educação dessa instituição de ensino? Onde fica a RESPONSABILIDADE E O DEVER do município em oferecer escolas adequadas a todas as crianças, conforme regem a Constituição Federal e o Estatuto da Criança?  Isso é lamentável! Isso é muito triste! 
Então, cuidar melhor das nossas crianças e adolescentes é preciso. Já!?

Sobrinho querido, nosso menino-homem, estamos tristes e longe geograficamente, mas perto em pensamentos e de coração.

O céu ganhou mais um anjo. A flor se foi, mas o perfume permanece. O corpo em pó se transforma e o espírito para Deus retorna. 

Só Jesus Cristo para nos dar o conforto. Que tenhamos fé em Deus, fé na Vida, como dizia o saudoso Raul Seixas. 

Um beijo na alma, um beijo na alma… nosso menino!

 



Notícia Postada em 04/11/2016
Comente esta notícia: