Felipe Massa vai continuar na Ferrari até 2010

Equipe italiana acaba com rumores e anuncia renovação do contrato do piloto brasileiro por mais três temporadas

 

A Ferrari encerrou ontem rumores sobre a saída do piloto brasileiro Felipe Massa e anunciou a renovação de seu contrato, em comunicado oficial, até 2010. Massa, piloto titular da Ferrari desde 2006, já disputou 34 corridas pela equipe, com cinco vitórias e 16 pódios. O brasileiro também obteve oito poles e oito voltas mais rápidas nos circuitos da F-1, totalizando 166 pontos para a Ferrari, afirma o comunicado. Independentemente do que fizer no GP Brasil, no próximo domingo, Felipe Massa será o quarto colocado no Mundial de Pilotos. Com o terceiro lugar na última corrida, no GP da China, também não tem mais chances de terminar o ano à frente do finlandês Kimi Raikkonen, seu companheiro de Ferrari. Massa tem 86 pontos, contra 100 de Raikkonen, que ainda tem chances de levar o título. O inglês Lewis Hamilton, da McLaren, tem 107, quatro a mais que o seu companheiro, o espanhol Fernando Alonso. Desde o GP da França, oitava das 16 etapas já disputadas, Raikkonen foi bem superior a Massa. Das últimas nove corridas, venceu quatro e foi ao pódio em oito – falhou apenas no GP da Europa, pois teve uma pane hidráulica em sua Ferrari. O desentendimento entre o bicampeão Fernando Alonso e o chefe da McLaren, Ron Dennis, fez surgir a especulação de que o espanhol seria o companheiro de Kimi Räikkönen na Ferrari, enquanto Massa defenderia a Toyota na temporada de 2008. No final de setembro, entretanto, o brasileiro afirmou que terminaria sua carreira no cockpit da escuderia italiana, deixando de lado os boatos iniciais. Na última semana, os rumores sobre transferências acabaram sendo desmentidos com convicção pelo diretor esportivo da Ferrari, Jean Todt. Na ocasião, ele afirmou que a equipe italiana tinha firmado compromisso com os dois pilotos. Räikkönen, inclusive, assinou contrato até o final da temporada de 2009. No próximo fim de semana, Felipe Massa vai em busca da sua segunda vitória no Grande Prêmio do Brasil, etapa que definirá o campeão da temporada 2007. Fora da briga pelo título, o brasileiro terá como função ajudar seu companheiro Kimi Räikkönen, que, apesar de não ser considerado favorito para a prova, ainda sonha com a conquista do Mundial de Pilotos.(AG e AF)

Notícia Postada em 17/10/2007
Comente esta notícia: