Homem que liderou chacina é morto pela polícia em Eunápolis

 

Pincipal suspeito de envolvimento na chacina que deixou seis mortos e três feridos no último domingo no distrito de Vera Cruz, em Porto Seguro, Firmino Neto Xavier Campos, 29 anos, foi morto na tarde desta quarta-feira, 10 de setembro em uma operação da Polícia Civil. O delegado Moisés Damasceno, diretor do DEPIN, Departamento de Polícia do Interior, informou que as investigações levaram à casa do acusado, na Rua Tamoios, bairro Gusmão. Segundo a polícia, Firmino Neto - que já tinha quatro mandados de prisão em aberto e prisões por tráfico de drogas, roubo de carros e homicídios, saiu pelos fundos da casa e tentou fugir por cima de telhados vizinhos, onde acabou alvejado. “As investigações já mostraram que ele era uma pessoa muito perigosa e durante operação, infelizmente, ele não se entregou, como já era esperado, e na troca de tiros foi morto, evitando, assim, que pessoas inocentes ou até policiais ficassem feridos”, declarou Moisés Damasceno. De acordo com Moisés Damasceno, na casa foram encontrados diversos objetos que ligam Firmino Neto ao massacre em Vera Cruz. “Encontramos uma calça camuflada e uma bota preta que ele utilizou no dia do crime, além de arma, munição, muita droga e dinheiro. Tudo isso foi apreendido para fazer parte do inquérito policial”, informou Damasceno. O diretor do Depin declarou ainda que a chacina foi motivada por uma briga entre facções rivais existentes em Vera Cruz e Pindorama. 'As testemunhas relataram que de quatro a seis pessoas participaram da chacina, mas é possível que haja outras pessoas envolvidas e que não estiveram no local', frisou Moisés. O delegado salientou que a Secretaria de Segurança Pública desencadeou, nesta quarta-feira, uma grande operação policial em Porto Seguro e Costa do Descobrimento, por conta dos recentes episódios de violência na região. Ação conta com mais de 100 policiais, vindos de outros municípios baianos. O comandante geral da Polícia Militar da Bahia, Coronel Alfredo Castro e o delegado geral da Polícia Civil baiana, Hélio Jorge, estiveram na cidade na abertura da operação. Radar64

Notícia Postada em 11/09/2014
Comente esta notícia: