Profa. Enelita autografa “Rituais do Boi nos Espaços da Oralidade e da Escrita“ na Casa da Cultura de Itanhém

 

Por Itanhemfest

A professora Enelita de Sousa Freitas autografou o livro “Rituais do Boi nos Espaços da Oralidade e da Escrita”, na noite da última sexta-feira (18/10), na Casa da Cultura de Itanhém. O evento, que superlotou o centro cultural, foi prestigiado pelo público e, também, pelas autoridades municipais, como o prefeito Bentivi, a primeira-dama Lidiane Guimarães, vice-prefeito Alex Chaves, secretária de Educação Lucineide Gonçalves e o diretor de Cultura Políbio José. Artistas locais, como Jan Clésio, Juarez Borges São Leão, Fernando Afonso e Bode Mé também prestigiaram a noite de autógrafos. A autora recebeu um arranjo de flores das mãos da secretária de Educação e, em sua homenagem, uma aluna do projeto AABB Comunidade recitou um poema. O evento ainda contou com a apresentação do chamado Boi Janeiro, atração folclórica vinda da comunidade de Santa Rita do Planalto para abrilhantar o evento literário. O boi, que fez a alegria de todos na rua em frente à Casa da Cultura, constitui o tema central da dissertação de mestrado, que acabou em livro, da professora Enelita.

Ao fazer uso da palavra, a mestra lembrou os 30 anos dedicados à educação dos jovens itanheenses. “Sou de Ibicuí e cheguei aqui em Itanhém em 1963. Não tenho referência naquela cidade, tenho referência aqui. Foi na Escola Polivalente que comecei a trabalhar e saí de lá aposentada. Foram trinta anos de trabalho e história. Tenho orgulho de compartilhar com vocês esse momento que é muito importante para mim”, afirmou. Também discursaram o prefeito, a secretária de Educação e o diretor de Cultura. Todos enfatizaram a importância da professora Enelita Freitas para a educação e cultura itanheenses.

Após o lançamento em Itanhém, “Rituais do Boi nos Espaços da Oralidade e da Escrita” será lançado na Bienal do Livro da Bahia, que acontece em novembro, em Salvador. Anteriormente, a obra foi lançada no auditório da Universidade Estadual da Bahia (UNEB), Campus X, em Teixeira de Freitas. Nessa instituição, Enelita foi professora de Literatura Brasileira e, por duas vezes, diretora. “A professora Enelita Freitas, sem nenhuma sombra de dúvida, já é patrimônio cultural de Itanhém. Por isso, eu, o nobre vereador Luiz Barbosa e o prefeito Bentivi estamos em campanha para que ela esteja entre os próximos ganhadores da Medalha Eloino Moreira Lisboa”, disse o poeta e jornalista itanheense Almir Zarfeg. Entre as tantas pessoas que compareceram ao lançamento do livro da professora Enelita em Itanhém, estavam as professoras e irmãs Odalice e Ana Odália Sena, que vieram de Belo Horizonte. Ana Odália, inclusive, esteve no lançamento em Teixeira de Freitas. Com certeza, estará na Bienal do Livro da Bahia.

Notícia Postada em 21/10/2013
Comente esta notícia: