Osíris Cardoso reassume comando do Conjunto Penal de Teixeira de Freitas

 

O tenente coronel Osíris Cardoso assumiu no final da manhã desta terça-feira (29/01), pela segunda vez na sua carreira, a direção geral do Conjunto Penal de Teixeira de Freitas, após ter sido exonerado diante de tantas homenagens do comando do 13º BPM na última quinta-feira (24/01) e designado para o cargo de diretor da unidade prisional no Diário Oficial do Estado do dia seguinte (25/01). O tenente coronel Osíris Moreira Cardoso, assumiu o lugar do também tenente coronel da reserva, Bartolomeu Calheiros que deixou o cargo no último dia 31 de dezembro de 2012, para assumir a titularidade da Secretaria Municipal de segurança Pública com Cidadania de Teixeira de Freitas. A posse do tenente coronel Osíris Cardoso na direção do Conjunto Penal da cidade, contou com a presença de diversas autoridades locais e especialmente com a presença do coronel Paulo César Oliveira Reis, superintendente de Assuntos Penais da SEAP - Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização da Bahia. Quem é o tenente-coronel Osíris Cardoso O novo diretor geral do Conjunto Penal de Teixeira de Freitas, é Osíris Moreira Cardoso, de 53 anos e natural de Salvador. Quando criança e adolescente cursou o 1º e 2º graus no Colégio da Polícia Militar em Salvador e no ano de 1983, aos 23 anos, ingressou no oficialado pela Academia da Polícia Militar da Bahia. Em 1986, saiu formado como aspirante a tenente. Em 1987, foi promovido por merecimento a 2º tenente. Em 1989, foi promovido por merecimento a 1º tenente. Em 1997 foi elevado ao posto de capitão também por merecimento. Em 2006, chegou ao alto oficialado da Polícia Militar quando foi promovido ao posto de major. E em 20 de abril de 2012, Osíris Cardoso é promovido ao posto de tenente coronel da PM. No 5° Batalhão da Polícia Militar no Centro Administrativo da Bahia, exerceu as funções de Comandante da 1ª Companhia, Comandante da 2ª Companhia, Chefe do Setor de Pessoal, Comandante do Pelotão Comando de Serviço e Comandante da Companhia Especial. No Batalhão de Polícia de Choque, comandou a Companhia de Choque II. Chegou ao 13° Batalhão da Polícia Militar de Teixeira de Freitas, em 1992, ainda como 1º tenente, onde ocupou as funções de Comandante da 1ª Companhia, Comandante da 6ª Companhia, Comandante da 5ª Companhia, Chefe da Unidade de Planejamento Operacional e Comandante da 2ª Companhia. Em 1996, foi designado para comandar a Companhia da Polícia Militar de Medeiros Neto, ainda como 1º tenente e, na unidade em 1997, foi promovido a capitão onde em 1998, conquistou a independência da unidade (44ª CIPM) só deixando o comando em 2004, para assumir o sub-comando da CAEMA – Companhia de Ações Especiais da Mata Atlântica de Posto da Mata. No dia 13 de março de 2005, Osíris Cardoso deixou a CAEMA e assumiu o comando do Conjunto Penal de Teixeira de Freitas, onde se destacou na Secretaria Estadual de Justiça por ter estabelecido o conceito da unidade e criado diversas atividades laborais, sociais, educacionais e religiosas dentro do presídio, inclusive com a criação do Posto de Saúde Penitenciário, que foi o primeiro a ser implantado no nordeste e o terceiro do Brasil, que hoje vem servindo de modelo para o país em vários aspectos técnicos e profissionais, onde em 2006, recebeu a sua promoção a major. Mas quando passou dos 4 anos na função de diretor da penitenciária, em 3 de junho de 2009, o governador da Bahia despachou a sua exoneração a pedido e lhe nomeou para o sub-comando do 13º BPM no dia 10 de junho de 2009. No dia 20 de dezembro 2011, ainda como major, Osíris Cardoso foi nomeado comandante da 44ª Companhia Independente da Polícia Militar de Medeiros Neto, mas logo em seguida, no dia 7 de fevereiro de 2012, o comando geral da Polícia Militar da Bahia com aval do governo do estado, exonera Osíris Cardoso do comando da 44ª CIPM de Medeiros Neto e lhe dar a missão de comandar o 13º BPM de Teixeira de Freitas. Mas no dia 24 de janeiro de 2013 é exonerado do cargo de comandante do 13º BPM. E no dia 25 de janeiro de 2013, é nomeado pela segunda vez ao cargo de diretor do Conjunto Penal de Teixeira de Freitas. O comandante Osíris Cardoso é pós-graduado em Gestão de Segurança Pública pela Universidade do Estado da Bahia – UNEB e possui diversos cursos de aperfeiçoamento, entre eles estão: Introdução à Técnica de Ensino pela Academia de Policia Militar; Prevenção e Repressão ao Uso de Entorpecentes pela Superintendência da Policia Federal e Ministério da Justiça; Primeiros Socorros e Resgate pelo Centro de Estudo do Trânsito; Gerenciamento de Conflitos Agrários pela Academia de Policia Militar; Curso de Tiro Defensivo e Método Geraldí pela Polícia Militar do Estado de São Paulo e Ministério da Justiça. Além dos cursos de Aspectos Jurídicos da Abordagem Policial, Gerenciamento de Crises, Uso da Informação na Gestão em Segurança Pública, Uso Progressivo da Força pelo SENASP e Curso de Capitação em Atendimento aos Grupos de Vítimas Vulneráveis pela Academia da Polícia Civil da Bahia/UNIFEL. O tenente coronel Osíris Cardoso ainda é portador da Medalha Marechal Argolo do Mérito Policial e Tempo de Serviço 20 anos, além de já ter sido outorgado com o título de cidadão honorário dos municípios de Teixeira de Freitas e Medeiros Neto. Fonte: Teixeiranews

Notícia Postada em 30/01/2013
Comente esta notícia: