Ex-prefeito Oséas Moreira faz balanço da reeleição de Bentivi em Itanhém e anuncia Instituto STL

 

Por Itanhemfest

O ex-prefeito de Itanhém Oséas Moreira fez um balanço da campanha pela reeleição de Milton Ferreira Guimarães, o Bentivi, para comandar os destinos de Itanhém por mais quatro anos. Na mesma oportunidade, ele anunciou o início das atividades do Instituto Sady Teixeira Lisboa para este final de ano. Liderança política, médico conceituado e escritor com obra na praça, Oséas Moreira abraçou a candidatura de Bentivi e seu apoio foi decisivo, assim como o de outra liderança importante do município – Gedeon Botelho. Aliás, Bentivi foi eleito pela primeira vez, em 2008, também apoiado por Oséas. Fazendo um balanço da campanha, ele destacou que o maior mérito dela foi “unir as diversas correntes políticas do município que desejam o progresso e repudiam o atraso, representado pelas ideias do grupo Batista” [uma referência ao ex-prefeito Manoel Batista, pai da candidata derrotada Zulma Pinheiro]. Para o dr. Oséas, portanto, venceu o melhor para Itanhém. “Se encararmos a qualidade da adversária, venceu o melhor para Itanhém.” Ele ressalvou, no entanto, que continua esperando que as transformações necessárias à mudança do “paradigma econômico” do município aconteçam neste segundo mandato.

Falando sobre sua contribuição pessoal, ele enfatizou que “a contribuição foi de todos aqueles que pensam coletivamente e que querem ver Itanhém mudar. Pelo menos esta é a nossa esperança”. Perguntado se a reeleição de Bentivi abriria um novo ciclo na história de Itanhém, o ex-prefeito fez o seguinte questionamento: “Em primeiro lugar, nem sabemos se a reeleição irá continuar no processo político nacional. De qualquer modo, iniciamos um novo capítulo na política local. Como já disse em palanque, acredito nos benefícios da reeleição, apesar dos vícios que ela possa vir a ter. Quanto ao novo ciclo, vai depender muito das atitudes, políticas e administrativas, que ele [Bentivi] empreender”.

Notícia Postada em 30/10/2012
Comente esta notícia: