Sociedade denuncia e mais um traficante cai em Itanhém

 

"Uma ligação anônima, mais uma vez, foi imprescindível para colocar atrás das grades mais um traficante de drogas". Foi assim que o major Robson Lopes Calmon, comandante da 44ª Companhia Independente de Polícia Militar de Medeiros Neto, definiu a participação da sociedade na queda de mais uma boca de fumo na cidade de Itanhém. Dias antes a PM recebeu uma ligação anônima e, com base em informações anteriores da existência de uma boca de fumo na praça do Mercado Municipal, o comandante solicitou à Justiça mandado de busca e apreensão. Na tarde desta terça-feira (23/10) policiais do Pelotão de Emprego Operacional Tático deslocaram a Itanhém e prenderam Charles Alexandre Mendes da Silva, 37 anos, mais conhecido por Charlinhos.

Na residência dele, na avenida Sady Teixeira Lisboa, os policiais encontraram um revólver calibre 22 e duas munições. Na praça do Mercado Municipal, onde ele mantem uma precária serralheria, para encobrir o tráfico de drogas, os PMs encontraram um revólver calibre 32, duas espingardas, R$ 3 mil 260 e uma pedra de crack grande, pesando 170 gramas.

O delegado da Polícia Civil, Jorge da Silva Nascimento, investiga o envolvimento de Charlinhos com traficantes de Itanhém e região. "A PM tem um serviço de inteligência, mas é preciso que a sociedade também participe, afinal, segurança pública, como bem assegura a Carta Magna, é dever do Estado, direito e responsabilidade de todos", disse o major Calmon. Por Edelvânio Pinheiro

Notícia Postada em 24/10/2012
Comente esta notícia: